Site Usina Concreta #WebDesign

Site Usina Concreta #WebDesign

A Concreta atua no fornecimento de concreto usinado, serviços de concretagem e bombeamento de concreto para obras de pequeno, médio e grande porte.

A Concreta dispõe de Central Dosadora de Concreto e frota própria de caminhões betoneira e auto bombas de concreto para atender a pessoas físicas e jurídicas que precisam de concreto usinado e serviços de bombeamento concreto em suas residências ou estabelecimentos comerciais, além das construtoras e indústrias em suas diversas obras.

Site: www.usinaconcreta.com.br

Seleção de pequena empresa para ação de marketing digital.

Seleção de pequena empresa para ação de marketing digital.

 

Sabemos que empreender é uma atividade solitária. No dia-a-dia temos que tomar decisões difíceis baseadas em informações pouco precisas. Existem contratempos no caminho do empreendedor que resultam em perda de tempo, ou dinheiro, ou produtos, ou clientes e cada decisão errada no processo de empreender deve ser logo assumida e remediada afinal o trem não pode parar. 

Estes são dois erros bem frequentes cometidos pelos pequenos empresários em geral: 
1 - Não adotar ações de marketing conscientes.
2 - Não sacar que o marketing feito nas coxas pode impactar negativamente a sua empresa.

FAZENDO O MARKETING FUNCIONAR EM SUA PEQUENA EMPRESA

"Nada a ver ação de marketing consciente, como se fosse possível alguém de maneira inconsciente fazer marketing nhé rs rs rs"

Claro que é possível!

Vamos pegar o exemplo do rapaz que vende picolé na rua. Antes de sair de casa ele abastece o carrinho com a mercadoria, veste um jaleco e usa o seu boné de trabalho. Se existe uma marca estampada neste boné ou até mesmo o próprio nome do vendedor, isso faz parte do marketing!

Mesmo evitando por hoje entrar em termos técnicos, é importante esclarecer que marketing é diferente de publicidade.

Publicidade pode ser qualquer cartaz anunciando um produto em promoção, mas o marketing é o responsável por definir quem é a empresa dentro da sociedade, definir de forma clara quais são os incríveis produtos e serviços oferecidos pela empresa. Tem a ver com a marca, com o nome sagrado que você tem a zelar todo santo dia e a justificativa da sua existência no comércio.

Marketing não é somente sobre ter um logotipo e uma identidade visual, ou sobre definir objetivos, missão e valores. 

Quando você se debruça em uma mesa com papel e caneta na mão para definir suas ações de marketing você vai percebendo que o marketing é uma ferramenta de potencial sem limites.

Meu nome é Ronan, trabalho nesta área há mais de 5 anos e acredito que posso te ajudar com algumas coisas

 A verdade é, uma empresa nunca ganhará novos clientes on-line e até mesmo em pessoa, se a empresa não tiver uma forte presença online. São feitas cerca de cinco bilhões de pesquisas no Google por dia e existem mais de um bilhão de usuários ativos do Facebook. É difícil argumentar que pelo menos alguns desses usuários não estarão interessados ​​em procurar produtos ou serviços locais.
Meramente com ferramentas da rede mundial de computadores é possível às pequenas empresas segmentar anúncios em regiões geográficas específicas, atingindo centenas de potenciais clientes on-line.

"Quem dera eu poder divulgar a minha empresa na internet, porque o marketing é mais de 300 reais"

Você gostaria de definir a identidade visual da sua empresa, possuir um website daora e páginas no facebook e instagram que comuniquem ao público sobre seus maravilhosos produtos ou serviços e então começar a fazer publicidade segmentada para alcançar mais visibilidade e consequentemente mais autoridade e mais cliente$

Deixe o seu e-mail ou whatsapp (o que achar melhor) e nós iremos entrar em contato com mais detalhes.

A empresa selecionada irá pagar somente uma taxa única de R$ 300,00 sem taxas extras ou pegadinhas.

Premiação do(a) ganhador(a):

  • Domínio (nome da sua empresa.com.br);
  • Hospedagem do site por 12 meses;
  • Site desenvolvido por nós, apresentando seus produtos e/ou serviços de forma inspiradora. Já cadastrado no Google.
  • Um mês de publicações desenvolvidas por nós no Facebook + Instagram.





Empreenda! Seja seu próprio patrão!

Empreenda! Seja seu próprio patrão!

Alguns fatores pontuais têm levado o brasileiro a buscar um caminho alternativo entre a crise e o desemprego: o empreendedorismo. Amparados por “mentores” que pipocam por todos os lados com seus livros, cursos e fórmulas mágicas para se construir um império financeiro a partir do absoluto zero através de apenas um computador conectado à internet, quem antes nunca se aventurou a comprar um chocolate de R$ 1,00 para tentar vende-lo a R$ 2,00, passa a administrar um negócio próprio.

Sim! Hoje com a democratização dos meios de comunicação, sobretudo da internet, com preparação psicológica, experiência profissional e com os conhecimentos corretos (o que já difere do ZERO absoluto) é possível alcançar o sonho americano a partir da iniciativa própria.

Talvez pelas motivações erradas é que também somos o país das empresas inativas, temos mais de 4 milhões de empresas inativas e mesmo assim, entre janeiro e junho deste ano nós abrimos 581 mil novas empresas, destas, quantas conseguirão de fato trazer alguma significância para o Brasil, para um Estado, para um bairro ou quiçá para uma comunidade local? Por isso meu amigo, se você afirma que teve uma grande ideia, “vê direitin”. Se você ainda não se debruçou para analisar quais são os recursos que você possui para materializar o seu pensamento… sequer você teve uma ideia. Se não pegarmos esta nossa reflexão e colocarmos no papel para analisar o retorno sobre o investimento, a viabilidade do projeto, o ambiente, pessoas envolvidas, possíveis riscos e obstáculos, determinar de forma precisa cada etapa de cada ciclo… a execução desta “ideia” pode trazer grandes prejuízos, ou na melhor das hipóteses uma imensa frustração após uma longa caminhada em círculo.

Aproveitando o embalo do “dia do amigo” que é comemorado hoje dia 20 de junho, se algum dia eu fosse requisitado a dar conselhos a alguém que de fato amo e pretendo ajudar de verdade, seria:

1) Não compensa jogar tudo pro alto para se dedicar 100% em empreender uma ideia que ainda está em fase de concepção;

2) Conhecer o básico sobre legislação, contabilidade, mercado, psicologia de consumo, vendas, comportamento e economia é bem mais vantajoso do que ser expert em apenas UMA área do conhecimento;

3) Principalmente nas primeiras fases do projeto, os resultados não são medidos pela quantidade de vendas. Há negócios que exigem anos ou até décadas de preparação. Tenha possibilidades de manter-se vivo enquanto executa seu plano.

4) Empreender pode ser visto como uma relações entre competência x credibilidade x visão x controle x rotina x oportunidade x responsabilidade e o fator SORTE nunca estará presente em nenhuma fase do projeto.

5) Se você não consegue definir com clareza qual é o seu produto, a quem é destinado e quais são os seus benefícios, marqueteiro nenhum conseguirá fazer este trabalho por você.

6) Tudo é sobre relações entre pessoas, e as pessoas não são cruéis quando não se sentem motivadas a dar apoio ao seu projeto, vitimizar-se é sempre um erro! Quando o orgulho não faz parte da jogada, é possível usar a nossa percepção sobre o interesse (ou falta de interesse) alheio sobre o nosso produto a nosso favor. A natureza humana é um termômetro que podemos sempre confiar para detectar onde nós podemos melhorar.

7) Você já ouviu falar do restaurante que aproveita o que sobra nas panelas para alimentar os miseráveis? Ou loja de roupas que faz doação das peças com defeito? Todo comércio é uma relação de troca, mas quando não nos esquecemos dos nossos verdadeiros valores, o nosso produto pode impactar a vida de outras pessoas, até mesmo daquelas que estão em total situação de vulnerabilidade.

Toque seu próprio barco, mas de maneira consciente. Trocando o ego e a vaidade pela percepção da realidade, com humildade e com os estudos corretos você sequer terá o luxo de se decepcionar. Quando um especialista nos alerta sobre as nossas estratégias de vendas, é melhor ouvir. Nós até conseguimos convencer o nosso consultor de marketing a fazer as coisas do no$$o jeito, porém de que vai adiantar culpar os outros quando o “grande lançamento” do nosso produto não alcançar a menor expectativa?

#EmpreendedorismoConsciente.

Dica de Marketing – Se você não consegue tocar seu próprio barco, ninguém mais consegue!

Dica de Marketing – Se você não consegue tocar seu próprio barco, ninguém mais consegue!

Hoje recebi um e-mail da Coach Janice Ferrreira, e sua assinatura tinha o que considero o mais próximo do “sentido do marketing” ela dizia:

Você consegue explicar o poder daquilo que você faz?

Eu ajudo as pessoas nos negócios a transmitirem impressões duradouras, para que elas atraiam mais clientes.

Quando eu ministro aula ou workshop sobre web marketing, tento usar o tempo disponível para abordar todas as nuances do meu “marketismo”, e um destes “ismos” que eu sempre desembucho para os alunos está relacionado ao modelo positivista de Janice:

Se você não consegue tocar seu próprio barco, ninguém mais consegue!

Eu propositadamente coloquei essa frase em destaque porque se você consegue aprender a explicar eficazmente quem você é, o que você faz e o valor do que você faz, então isso é dinheiro, querido!

A comunicação é a chave do marketing, se você não sabe explicar o que você faz (e faz com perfeição!) de maneira sucinta e por isso poderosa então você tem um problema!

Logo, a dica do dia – Toque seu próprio barco!

O verdadeiro significado do marketing é maximizar a conscientização e a troca de impressões entre empresa e público-alvo para incrementar as venda$. Estamos no negócio para vender algo – vendas não são apenas para “vendedores profissionais”, toda relação de troca é também uma venda, é o trabalho de todos e faz parte de tudo o que fazemos!

Por exemplo, se você vende acessórios para skatistas e a sua loja possui uma página na internet “Sobre” você pode fazer um texto que traga afinidade com seus stakeholders (público alvo, fornecedores e sociedade) falando sobre como a sua paixão por skate te levou a abrir uma loja ou então escrever o famigerado bla bla bla “os melhores produtos pelos melhores preços e mais bla bla bla”. A sua história é única, você trilhou um caminho único para chegar onde você está, então porque apresentar o seu negócio jogando-o ao senso comum de forma genérica e sem graça?

E agora para tocar o barco da Agência Herbo (eu tenho que praticar o que eu prego, certo?)

A estratégia de marketing ajuda profissionais a investirem no marketing relevante, significativo para fazer suas organizações financeiramente saudáveis!

Uma boa e lucrativa semana a todos e a todas

Como vender mais usando apenas recursos que você já tem

Como vender mais usando apenas recursos que você já tem

É bom demais ter uma nova e brilhante semana de trabalho pela frente. A semana passada pareceu ser uma daquelas semanas de tirar “leite de pedra” onde a quebradeira financeira parece que chegou pegando todo mundo. Sei que todos nós, hora ou outra sentimos a dor da falta de dinheiro, e sei também que eu não posso fazer muita coisa em relação a isto, mas posso te mostrar a visão positiva da coisa. Uma das frases que eu carrego comigo (de um fórum da internet, formado por mestres intelectuais) é:

“Vai chorar?”

Eu gostaria aqui de encorajar a todos nós, donos de pequenas empresas a pararmos de choramingar, como o sucesso vem na colher e as falhas vem em baldes… pense à frente e pense de forma INTELIGENTE. Então, o que podemos fazer para ter sucesso nos negócios em tempos difíceis?

Podemos interromper agora a preocupação sobre o que não temos e nos concentrar no que temos.
É hora de usar o que você tem para obter o que você quer

Levando-se em consideração aquela máxima que diz que empresários só colocam a mão no bolso pra duas coisas: ou para aumentar o lucro ou para diminuir custos, é importante lembrar que a web é a ferramenta mais lucrativa, de baixo custo (ou sem custo) para impulsionar o seu negócio. Quais são seus recursos que podem ser usados para ajudar a impulsionar seu negócio?

Você é um especialista em seu campo? Você pode escrever ebooks para vender para seus clientes ou usar artigos para obter visibilidade ou blogar de forma colaborativa para blogs ou fanpages de outros produtores de conteúdo da web, ou quem sabe oferecer o seu ensinamento dividido em uma série de e-mails que poderão ser enviadas para quem possui interesse no assunto? Você pode lançar um blog para se conectar e colaborar para aumentar suas conexões!

Seu negócio é baseado em uma determinada localização geográfica? Você está listado gratuitamente em listas como: http://guiasebraedf.com.br/ Google Maps ou Yahoo locais?

Você pode juntar todas as perguntas de e-mail que você já respondeu e adicionar uma página de Perguntas Frequentes ao seu site para melhor servir seus clientes e atrair mais resultados de pesquisa.

Você pode usar ferramentas gratuitas de rede social como linkedin.com twitter.com e facebook.com para fazer novos contatos.

Eu quero incentivar todos nós a olharmos para quais recursos temos (fotos, experiência, vídeos, escritores, blogs, contatos, relacionamentos, redes sociais, artigos, imprensa, qualquer coisa)!

Seja criativo para levar as ferramentas que você tem a trabalharem para obter aquilo que você deseja.

E não se esqueça de seu maior ativo de marketing – VOCÊ!

Inbound marketing para leigos

Inbound marketing para leigos

Inbound marketing (ou marketing de conteúdo) é uma abordagem focada em atrair clientes através de conteúdo e interações que são relevantes e úteis - não interruptivas. Com o inboud marketing os clientes em potencial o encontram através de canais como blogs, mecanismos de pesquisa e mídias sociais. 

Ao contrário do marketing interruptivo o inbound marketing não precisa lutar pela atenção dos potenciais clientes. Ao criar conteúdo concebido para resolver os problemas e necessidades dos seus clientes ideais, o inbound marketing atrai prospectos qualificados e cria confiança, credibilidade e autoridade para o seu negócio.

A metodologia do Inbound Marketing

A melhor maneira de transformar estranhos em clientes e promotores de seu negócio.

Atrair - Converter - Fechar - Impressionar

A metodologia comprovada para a era digital

Desde 2006 o inbound marketing tem sido o método de marketing mais eficaz para fazer negócios on-line. Ao invés dos antigos métodos de marketing de interrupção de comprar anúncios, comprar listas de e-mails e orar por leads (ou ligações, possíveis clientes), o inbound marketing se concentra na criação de conteúdo de qualidade que puxa as pessoas para sua empresa e produtos naturalmente onde elas estão por opção. Ao alinhar o conteúdo que você publica com os interesses do seu cliente, você naturalmente atrai o tráfego de entrada que você pode converter, fechar e impressionar ao longo do tempo.

Como Interpretar o Gráfico

o longo do topo estão as quatro ações (atrair, converter, fechar, encantar) que a sua empresa deve adotar a fim de obter visitantes, leads, clientes e promotores. Ao longo da parte inferior estão as ferramentas que as empresas usam para realizar essas ações. (Observe que as ferramentas estão listadas sob a ação onde elas entram em jogo, mas esse não é o único lugar onde elas são aplicáveis! Várias ferramentas, como o e-mail, podem ser essenciais em várias etapas da metodologia.)

 As quatro etapas do Inbound Marketing

Criação de Conteúdo + Distribuição

Crie conteúdo segmentado que responda às perguntas e necessidades básicas dos prospectos e dos clientes, e compartilhe esse conteúdo em toda a sua extensão.

Marketing do ciclo de vida

Promotores não se materializam do nada: eles começam como estranhos, visitantes, contatos e clientes. Ações e ferramentas de marketing específicas ajudam a transformar esses estranhos em promotores.

Personalização

Adapte o seu conteúdo aos desejos e necessidades das pessoas que estão visualizando-o. À medida que você aprende mais sobre seus leads ao longo do tempo, você pode personalizar melhor suas mensagens para suas necessidades específicas.

Multi-canal

O Inbound Marketing é multicanal por natureza porque se aproxima das pessoas onde elas estão, no canal em que elas querem interagir com você.

Integração

Criação de conteúdo, publicação e ferramentas de análise todos trabalham juntos como uma máquina bem fluída - permitindo que você se concentre em publicar o conteúdo certo no lugar certo no momento certo.

 

 

 

Conteúdo
Sem conteúdo, Inbound não existiria. O conteúdo alimenta a metodologia de entrada. Quando você cria o conteúdo certo, você efetivamente atrai seus visitantes ideais, converte-os em leads e transforma-os em clientes.

As quatro ações do Inbound Marketing

1. Atrair

Nós não queremos apenas qualquer tráfego para o nosso site, queremos o tráfego correto. Queremos que as pessoas que são mais propensas a tornarem-se leads, e, finalmente, os clientes felizes. Mas quem são as pessoas "certas"? Nossos clientes ideais, também conhecidos como nosso avatar. O avatar é um "ideal holístico" do que seus clientes realmente são, por dentro e por fora. Uma pessoa no geral engloba ter objetivos, desafios, dores, objeções comuns a produtos e serviços, bem como informações pessoais e demográficas compartilhadas entre todos os membros desse tipo de clientela específica. Suas personas são as pessoas em torno das quais toda a sua empresa é construída.

Algumas das ferramentas mais importantes para atrair os usuários certos para o seu site são:

Blog. O Inbound marketing começa com blogs. Um blog é melhor maneira singular de atrair novos visitantes para o seu site. No propósito de obter os prospectos corretos, você deve criar conteúdo educativo, que de fato fala com eles e trás respostas às suas perguntas.

SEO. Seus clientes começam o processo de compra on-line, geralmente usando um mecanismo de busca para encontrar algo. Então, você precisa ter certeza de que você está aparecendo quando e onde eles pesquisam. Para fazer isso, você precisa cuidadosamente, analisar palavras-chave, otimizar suas páginas, criar conteúdo e construir links em torno dos termos que seus compradores ideais estão procurando.

Páginas. As páginas do seu site são a sua loja digital. Então, apresente sua melhor face! Otimize seu site para atrair seus compradores ideais e transforme seu site em um farol de conteúdo útil para atrair os estranhos certos para visitar suas páginas.

Publicação Social. Estratégias de inbound marketing bem sucedidas são tudo sobre conteúdo notável - e a publicação social permite que você compartilhe essa informação valiosa na nas redes, se envolver com seus clientes potenciais e colocar um rosto humano em sua marca. Interagir nas redes onde seus compradores ideais normalmente gastam certo tempo.


2. Converter

Uma vez que você atraiu visitantes para o Web site, a etapa seguinte é converter aqueles visitantes em leads coletando suas informações de contato. No mínimo, você precisará de seus endereços de e-mail. Informações de contato são a moeda mais valiosa que existe para o comerciante on-line. Assim, para que seus visitantes a ofereçam esta moeda de bom grado, você precisa oferecer-lhes algo em troca! Esse "pagamento" vem na forma de conteúdo, como eBooks, ou um índice de dicas - qualquer informação seria interessante e valiosa para cada um de seus personagens.

Algumas das ferramentas mais importantes na conversão de visitantes para leads incluem:

Formulários. Para que os visitantes se tornem leads, eles devem preencher um formulário e enviar suas informações. Otimize seu formulário para tornar este passo do processo de conversão o mais fácil possível.

Chamadas para a ação. Chamadas para ação são botões ou links que incentivam seus visitantes a agir, como "Download de um ebook" ou "Participar de um Webinário." Se você não tem chamadas para a ação suficientes ou suas chamadas para a ação não estão atraindo o suficiente, você não vai gerar leads.

Páginas de destino. Quando um visitante do site clica em uma chamada para ação, eles devem ser enviados para uma página de destino. Uma página de destino é onde a oferta da chamada para a ação é cumprida, e onde o prospecto envia informações que sua equipe de vendas podem usar para iniciar uma conversa com eles. Quando os visitantes do site preenchem um formulário em uma página de destino pela primeira vez, esse visitante se torna um contato.

Contatos. Acompanhe os leads que você está convertendo em um banco de dados de marketing centralizado. Ter todos os seus dados em um lugar ajuda a fazer sentido para cada interação que você teve com seus contatos - seja por e-mail, uma página de destino, mídia social ou outros - e como otimizar suas futuras interações para atrair, converter, fechar e impressionar o seu comprador.



3. Fechar

Você está no caminho certo. Você atraiu os visitantes certos e converteu os leads corretos, mas agora você precisa transformar esses leads em clientes. Como você pode efetivamente realizar essa façanha? Certas ferramentas de marketing podem ser usadas nesta fase para se certificar de que você está fechando corretamente, no momento certo.

As ferramentas de fechamento incluem:

CRM. (Customer Relationship Management, ou Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente). Acompanhe os detalhes sobre todos os contatos, empresas e negócios em seu fluxo de relacionamentos, e entre em contato com os prospectos adequados no momento certo. Os sistemas de Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente (CRM) facilitam as vendas certificando-se de que você tem as informações certas ao seu alcance para se envolver melhor com os clientes em potencial em todos os canais.

Relatórios de loop fechado. Como você sabe quais os esforços de marketing estão trazendo os melhores leads? Sua equipe de vendas está transformando os melhores leads em clientes? A integração com seu sistema CRM permite analisar o quão bem suas equipes de marketing e vendas estão tocando juntas.

O email. O que você faz se um visitante clicar em sua "chamada para a ação", preencher uma página de destino ou baixar seu ebook, mas ainda não está pronto para se tornar um cliente? Uma série de e-mails focados em conteúdo útil e relevante pode criar confiança com uma perspectiva e ajudá-los a se tornarem mais prontos para comprar.

Automação de Marketing. Este processo envolve a criação de marketing por e-mail e nutrir às necessidades e fase de ciclo de vida de cada etapa. Por exemplo, se um visitante baixou um ebook sobre um determinado tópico que você fez no passado, você pode querer enviar uma série de e-mails relacionados. Mas se eles seguirem você no Twitter e visitar determinadas páginas em seu site, você pode mudar a mensagem focada aos interesses diferentes.


4. Encantar

O inbound marketing é sobre fornecer conteúdo notável aos nossos usuários, sejam eles visitantes, leads ou clientes existentes. Só porque alguém já lhe assinou um cheque não significa que você pode esquecê-lo! Empresas que adotam o inbound marketing continuam a envolver-se com prazer (e espero) promovam sua base de clientes atuais em promotores felizes da empresa e produtos que eles amam.

Ferramentas utilizadas para encantar os clientes incluem:

Pesquisas. A melhor maneira de descobrir o que seus usuários querem é perguntando-lhes. Use feedback e pesquisas para garantir que você está fornecendo aos clientes o que eles estão procurando.

Chamadas inteligentes para ação. Estes apresentam a diferentes usuários, ofertas que mudam com base na persona do comprador e de acordo com a fase de ciclo de compras

Texto Inteligente. Fornecer aos seus clientes existentes conteúdo notável adaptado aos seus interesses e desafios. Ajudá-los a atingir seus próprios objetivos, bem como introduzir novos produtos e recursos que possam ser de interesse deles.

Monitoramento Social. Acompanhe as conversas sociais mais importantes. Ouça as perguntas, comentários, gostos e desgostos de seus clientes - e alcance-os com conteúdo relevante.

Documentar ou não a sua estratégia de marketing? Eis a questão

Documentar ou não a sua estratégia de marketing? Eis a questão

De acordo com as últimas pesquisas do Content Marketing Institute, provou-se que os comerciantes que documentam sua estratégia são muito mais propensos a realizar seus objetivos de marketing de conteúdo e serem bem sucedido. É realmente muito simples.

Mas, por alguma razão, ainda vemos que a maioria dos comerciantes não documentam seus planejamentos de conteúdo de forma alguma. O estudo indica que apenas 37% dos comerciantes B2B (business to business, ou seja, seus clientes são outras empresas) e 40% dos comerciantes B2C (business to costumers, ou empresa que vende para pessoas físicas) têm um plano de marketing de conteúdo escrito. Embora esta percentagem seja superior a 32% (B2B) e 37% (B2C) do ano anterior, ainda é um número lamentável.

Quem realmente se importa?

Gail Matthews da Universidade Dominicana executou um estudo há quase uma década. Dr. Matthews e sua equipe descobriram que as pessoas que anotam seus objetivos, revê-los consistentemente e compartilham seus objetivos com amigos ou colegas são 33% mais bem sucedido em alcançar seus objetivos do que aquelas pessoas que apenas tinham metas.

E nós encontramos os mesmos resultados na indústria de marketing de conteúdo. Quando aconselhamos os clientes corporativos, descobrimos que as marcas que escrevem um plano, o revisam consistentemente com sua equipe e tratam esse plano como um documento vivo, adaptando-o à medida que recebem dados, são de longe os mais bem-sucedidos. Criar, rever, adaptar.

O que nos impede de documentar?

Graças à incrível equipe de pesquisa da CMI, foi possível coletar e compilar as principais razões pelas quais os profissionais de marketing não estão documentando sua estratégia. Ao passar por cada um, nosso objetivo é fornecer algumas idéias ou motivação para você, se uma dessas razões acontece com você.

Não é uma prioridade

Obviamente, se você não completou sua estratégia ela não é uma prioridade. A maioria dos comerciantes são tão rápidos em “fazer” algo – como um blog, podcast ou vídeo – que negligenciam o fato de que o conteúdo que eles “fazem” precisa amarrar diretamente (ou tanto quanto possível) à criação de receita ou Redução de custos . As empresas que não priorizam o processo estratégico realmente não vêem valor no conteúdo.

Meu conselho: Pare de criar conteúdo. Documente sua estratégia de marketing. Em seguida, volte a criar conteúdo focado em objetivos.

Não há tempo suficiente / ninguém tem tempo para fazer isso

Nós humanos sempre criamos tempo para o que é importante. Se alguém lhe diz que não têm tempo para algo, o que ele realmente está tentando dizer é que isto para ele não é importante o suficiente.

Meu conselho: Se você não pode investir seu tempo na criação de uma estratégia de comunicação, pare de criar conteúdo e vá fazer outra coisa.

Não há tempo suficiente / ninguém tem tempo para fazer isso Fazemos tempo para o que é importante. Se alguém lhe diz que eles não têm tempo, o que eles realmente estão tentando dizer é que não é importante o suficiente para ganhar tempo. Meu conselho: Se você não pode cometer e ir tudo , pare de criar conteúdo e vá fazer outra coisa.

Ninguém é designado a isto

Se ninguém na sua empresa possui a estratégia de marketing de conteúdo, parabéns, é sua responsabilidade. O marketing de conteúdo, mesmo sendo uma disciplina antiga, ainda é um novo músculo na maioria das organizações. Se você está trabalhando com comerciantes tradicionais, eu garanto que eles não vão pensar que eles precisam de uma abordagem estratégica de conteúdo.

Meu conselho: Você possui isto. Comece. Toda semana, envie um incrível exemplo de marketing de conteúdo para seu chefe; Você pode facilmente compartilhar um podcast, vídeo ou artigo que o seu concorrente posta semanalmente. Se você puder, imprima e envie. Você vai reunir apoio para educar seus executivos sobre por que o marketing de conteúdo é importante.

Temos uma equipe pequena, portanto uma estratégia documentada não é necessária

Você não tem lido? Não importa se você é uma equipe de um, você ainda precisa anotar seus objetivos, compreender sua história diferenciada para alcançar esses objetivos, escolher um tipo de conteúdo apropriado e canais, distribuir e medir o conteúdo e, em seguida, embrulhe tudo e amarre com um bonito laço alaranjado.

Meu conselho: Se a estratégia estiver só na sua cabeça, NÃO CONTA.

Marketing de conteúdo não é diferente do marketing, e temos um plano de marketing

Uma abordagem de marketing de conteúdo é completamente diferente da maioria das abordagens de marketing. A maioria das empresas ainda concentra a maior parte de seus orçamentos na interrupção (publicidade). O núcleo do marketing de conteúdo é construir audiências que confiam e gostam de você. Depois de construir um relacionamento leal com seu público, você pode começar a medir como esse público gera receita para a organização (ou economiza dinheiro de alguma forma).

Meu conselho: Se o marketing de conteúdo é apenas parte de seu plano de marketing global, você provavelmente tem uma estratégia de marketing colateral, mas é realmente marketing direto.

O ponto

Todo mundo tem uma desculpa, mas nenhuma é boa. Se você cria conteúdo como parte de seu trabalho, é sua responsabilidade encontrar ou criar a estratégia. Alguém, em algum momento, vai perguntar por que todo esse conteúdo bobo que você fica postando na internet. É melhor mostrar-lhes o plano e os resultados.

Que outras razões você enxergou para as empresas não documentarem suas estratégias de conteúdo?

Deseja tornar a documentação da sua estratégia de marketing de conteúdo ainda mais eficaz? Assine nossa lista, todo final de semana postaremos aqui dicas valiosas de marketing digital para que seus canais de comunicação ajudem também outras pessoas através do conteúdo de qualidade.

Como obter um site e um domínio gratuito?

Como obter um site e um domínio gratuito?

Você precisa de um site para seu negócio, produtos ou prejeto, mas lhe falta verba ou interesse em pagar por um profissional? Felizmente, há uma abundância de serviços que oferecem o básico (domínios, hospedagem) de graça e muitas vezes você pode começar rapidamente, através de ferramentas e templates fáceis de usar. Em muitos casos, você não será capaz de obter um endereço web totalmente personalizado (nem um design totalmente personalizado), mas você ainda será capaz de vincular e exibir seu próprio conteúdo para que o mundo inteiro seja capaz de ver.

Método 1 – Usando uma hospedagem gratuita.

Procure um host gratuito que se adapta às suas necessidades. Existem algumas empresas que oferecem serviços de hospedagem gratuita na web e torna-se fácil de configurar rapidamente um site simples com seu próprio conteúdo personalizado. A questão é que normalmente eles oferecem um subdomínio personalizado (contendo o nome da empresa) e opções significativamente limitadas para a aparência do site. Yola, Google Sites, WIX e WebNode, todos oferecem alguns websites de design básico e opções de hospedagem de graça.

Se você pretende publicar continuamente ou deseja ter um site com um maior número de páginas distintas (por exemplo, um blog), opções como Tumblr, Blogger ou WordPress podem ser um ajuste melhor. Eles oferecem mais limitações na aparência do seu site gratuito, mas pouca ou nenhuma restrição sobre o tamanho geral.

Pesquise antes de escolher. Diferentes opções de hospedagem oferecem diferentes recursos, e limitações diferentes seus pacotes gratuitos (como inserção de propagandas, limite de armazenagem…). Considere os recursos que mais importam para você antes de se registrar.

Hospedagens gratuitas geralmente não tem um plano de backup de dados, então é preciso ter cuidado extra sobre o backup de seus arquivos.

Cadastre-se em sua nova hospedagem. A maioria dos serviços exigirá um endereço de e-mail e outras informações de identidade verificáveis ​​para começar. Alguns podem exigir informações de cartão de crédito, bem como se o pagamento deve ser realizado automaticamente com base em seu uso específico, apesar de ser uma exigência mais rara.

Caso você já tenha uma Conta Google, a inscrição no Google Sites ou no Blogger será tão fácil quanto iniciar uma sessão e depois navegar para a página correta.

Escolha o seu nome de domínio. Muitos (mas não todos) hospedeiros gratuitos também fornecem nomes de domínio ou nomes de subdomínios gratuitos (URLs que contêm o nome da empresa). Normalmente, você será solicitado a determinar um URL logo após se inscrever e, em primeiro lugar, deverá verificar se há disponibilidade.

Escolha o seu nome de domínio com cuidado. Enquanto alguns hosts podem permitir mudanças no seu nome de domínio personalizado no futuro (sujeito à disponibilidade e normalmente ajustável através de configurações de perfil), outros não.

Construa seu site. As hospedagens gratuitas podem não permitir que você customize inteiramente cada aspecto do seu site, mas oferecem temas pré-fabricados com opções customizáveis. Para muitos, isso pode ser uma bênção, pois esses modelos e ferramentas permitem a fácil criação de um site atraente e de aparência profissional.

Deve ser permitido a você navegar pelos templates disponíveis e exemplos de site antes de se cadastrar no serviço escolhido.

Método 2 – Obtendo um domínio gratuito.

Pesquise por “domínios gratuitos”. Se tudo que você precisa é um nome de domínio grátis (por exemplo, se o seu site já está construído, ou se você gostaria de construir-se a partir do zero), então esta é uma boa opção para você. Uma pesquisa rápida pode render vários resultados de empresas que fornecem domínios gratuitos.

Nomes de domínios gratuitos e totalmente personalizados que terminam em “.com” e “.org” são quase impossíveis de obter, mas existem sites que oferecem domínios grátis com extensões menos comuns, tais como “.tk” ou “.cf”.

As hospedagens gratuitas oferecem às vezes domínios gratuitos como o incentivo para que você compre um pacote de hospedagem pago.

Observe que muitos sites de hospedagem gratuitos oferecem subdomínios gratuitos de seus sites (por exemplo, seudomínio.hospedagemgratis.com). Se você está disposto a ter o nome da sua empresa de hospedagem na frente do seu nome de domínio escolhido pelo menos por um tempo, isso ainda pode ser a sua melhor opção.

Existem também algumas empresas que oferecem programas de afiliados desafiando você a vender domínios para outros em troca de um livre para si mesmo.

Escolha um registrador de nome de domínio. Considere quais recursos e funções você mais precisa de seu registrador de nome de domínio e em suas esperanças e sonhos para o site em si antes de se estabelecer em qualquer provedor.

Pesquise seus nomes de domínio desejados. Como as extensões de domínio alternativas são relativamente raras, o nome de domínio de primeira escolha é mais provável que esteja disponível através de serviços de provedor de domínio gratuitos. Antes de ser atribuído o seu domínio, você terá que pesquisar sua disponibilidade.

Se possuir um nome de domínio específico é importante para você, considere verificar a disponibilidade de um determinado domínio antes de se inscrever para qualquer serviço digitando-o na barra de endereços do seu navegador. Se um site for retornado (em vez de um erro), você saberá com antecedência que esse domínio específico já está em uso.

Selecione seu nome de domínio dentro dos que estão disponíveis. Alguns sites oferecem apenas uma opção de extensão de domínio (por exemplo, “.tk” ou “.tumblr.com”), enquanto outros irão procurar por todas as opções de extensão de domínio disponíveis (gratuitas). Escolha o nome de domínio que se adapte às suas necessidades, e você está pronto para começar a construir o seu site.

Os provedores de domínio gratuitos normalmente facilitam o redirecionamento do site existente para o novo domínio ou oferecem uma variedade de opções para ajudá-lo a começar a criar seu site. * Lembre-se de ter cuidado, o DotTK por exemplo não é confiável, pois eles redirecionam o tráfego de URL para sites maliciosos quando o seu site obtém tráfego bom o suficiente. Há evidências de pessoas que tiveram seu árduo trabalho descontinuado.

O Poder da Personalidade no Marketing Digital

O Poder da Personalidade no Marketing Digital

Muitas pessoas se estressam desnecessariamente sobre marketing na web. Apenas o pensamento de um site, blog, Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest, Google+, LinkedIn, marketing de busca, marketing de mídia social, e-mail marketing, publicidade on-line leva as pessoas a chorar… SOCORRO!

Veja como parar o stress e mover o seu marketing web ao sucesso. Você está pronto? O simples passo é tudo sobre você…

Ponha sua personalidade em seu marketing WEB!

Sua personalidade é o que o diferencia da concorrência.

Empresas como a Apple, a Virgin Airlines e Starbucks têm uma personalidade – você tem uma vibe ao se envolver com estas marcas. Sua distinção os diferencia e cria afinidade e lealdade. Candidatos políticos atraem eleitores através do poder de suas personalidades. Personalidades da mídia não estão onde estão hoje sem suas personalidades únicas e autênticas. Até mesmo personagens de desenhos animados podem criar impérios de marketing de produto com as suas “personalidades”!

Sua personalidade irá conduzir como e quais mídias web e social você irá usar. Se você odeia escrever, mas gosta de falar, você pode usar um podcast ao invés de Blog (e usar uma ferramenta de transcrição para converter o que você fala em conteúdo online). Se você não se sente confortável em fazer vídeos, então fazer uma animação escrita poderia ser melhor. Seja como for, tudo que for postar em mídias sociais ou blog, coloque o seu coração nele… o que te preocupa? O que ateia fogo em seu olhar profissional? Compartilhe!

Use sua forma de falar e quando você postar (no LinkedIn, Facebook, etc), em nome de sua marca, faça-o a partir de um lugar de seu coração. Mensagens robóticas nos fazem querer desligar o notebook e fazer intervenções de força bruta!

Sua personalidade é o que te diferencia, faz você humano.

As pessoas se conectam com as pessoas, humanize a sua marca, seja fiel à sua personalidade.

E deixe aquele pensamento de escola secundária “Eu quero ser como todo mundo”… não se preocupe com as pessoas não gostarem de você. Se não o fizerem, é porque não são o seu cliente ideal, adios! Você quer trabalhar com clientes que você tenha que tentar agradar continuamente ou com aqueles que já gostam de você? Tempo é dinheiro! Seu marketing pode ajudá-lo a pré-qualificar seus clientes e minimizar seu tempo de vendas por ter despertado uma poderosa afinidade online.

Possua valores, seja fiel a seus valores e expresse-os.

E dê voz a eles! Sem aquela de “estou muito ocupado”, ok?!

Veja, eu tenho clientes para atender, projetos para completar, lavandaria para fazer, ideias para desenvolver e discursos para preparar, mas eu me importo pra caramba, de verdade em ajudar as pessoas a fazer marketing na web de uma maneira que seja significativa, seja fiel à sua personalidade e assistia à transformação do seu marketing na web.

Abraços Virtuais

 

Sites feitos com WIX são desindexados pelo Google

Sites feitos com WIX são desindexados pelo Google

Se o seu site foi construído no Wix, você deve estar percebendo uma certa queda nas visitas vindas através das pesquisas realizadas no Google.

Na verdade, é até provável que o tráfego do seu site tenha caído consideravelmente, já que o Google é, sem dúvida, uma das maiores fontes geradoras de visitas na web.

O que acontece é que há um conflito entre os sistemas Wix e Google que dificulta a indexação das páginas na rede de pesquisa. A própria gigante das buscas reconheceu o problema e emitiu um comunicado oficial sobre o ocorrido, prometendo reindexar os sites Wix, mas dificilmente o problema será sanado completamente.

O modelo de negócios do Wix reside em sua acessibilidade e facilidade para construção de sites até mesmo por pessoas que não sabem programar.

O processo de construção de sites na Wix é bem simples, gratuito e “elimina” a necessidade de contratar especialistas em desenvolvimento web. O que pode ser uma saída emergencial para empresas ou profissionais em início de carreira e que não possuem verba suficiente para pagar por sites profissionais.

Mas há um porém… Infelizmente a ferramenta possui restrições quanto a backup e outros recursos avançados, que só podem ser implementadas com plataformas mais robustas e flexíveis. E agora há esta dificuldade de comunicação com o Google.

Outra dificuldade é que quando um site Wix começa a ter problemas, todos os outros sites Wix ficam propensos a sofrer um destino semelhante.

Os fóruns de ajuda do Google Webmaster ficaram repletos de discussões sobre as duas últimas semanas envolvendo os sites Wix que desapareceram completamente dos índices de busca.

Se você tem um site Wix e não tem certeza se o seu site foi afetado, agora é a hora de dar uma olhada nos dados do seu Analytics e ficar esperto.

Pergunte a si mesmo: Existe alguma diminuição repentina no tráfego do Google Search? Você também pode tentar realizar sua própria pesquisa no Google para ver se o seu site pode ser encontrado.

E aqui vai um conselho… Se o tráfego do seu site é realmente importante para geração de mais negócios para sua empresa, reconsidere a possibilidade de investir em um site/plataforma mais robusto, flexível e profissional. Sim, há um custo para isso, mas o retorno sobre o investimento será maior, com toda a certeza.

Se você quer saber mais sobre SEO (Otimização de Sites para Buscadores) leia este [artigo]

Fonte: The American Genius


Atualização em 01/11/2015

Muitos leitores chegaram a achar que a matéria era falsa, mas o próprio WIX se pronunciou oficialmente sobre o ocorrido. Confira a resposta do suporte [neste link]

Agradecimento ao tradutor e divulgador da matéria:
Mestre Pablo Massolar do publiki.me