O segredo do sucesso na web: descobrir o que o visitante quer, e então oferecer isto a eles.

O segredo do sucesso na web: descobrir o que o visitante quer, e então oferecer isto a eles.

 

Todos nós queremos oferecer aos nossos usuários uma excelente experiência; este tem sido um dos mais recentes pilares do web design. Muitas pessoas consideram que uma boa experiência de usuário está relacionada a um site bem desenhado ou que possui um carregamento rápido, e é ótimo que as pessoas estejam focadas nestes pontos para que possamos otimizar a experiência de navegação.

No entanto, há um tipo de experiência, que as pessoas tendem a ignorar, ou esquecer durante um processo de optimização.

Muitas vezes nós estamos focados no usuário que possui a intenção específica de visitar o nosso website, mas nós tendemos a esquecer dos usuários que acabaram de nos encontrar através de uma pesquisa orgânica. Lembre-se que o usuário que visitou o seu site diretamente já tem uma ideia do por que ele está acessando. Ao contrário do usuário que chegou ao seu site através do resultado da busca, sem saber quem você é.

Você está otimizando a experiência do usuário para aqueles que vieram parar em seu site após pesquisarem por alguma coisa?

Apesar de que, de acordo com OutBrain “A Pesquisa é o piloto #1 do tráfego ao conteúdo dos websites, batendo as mídias sociais em mais de 300%”; a maioria das pessoas não conseguem imaginar como podem obter visitantes através do google ou de outros motores de busca e mantê-los engajados em seu site.

No entanto, existe uma maneira de otimizar a experiência de navegação para aqueles usuários que estão vindo do resultado de uma pesquisa. Usando a técnica abaixo, você será capaz de descobrir por que o visitante desembarcou na sua página. A partir dessa informação, você será capaz cumprir sua necessidade, fornecendo o que é ótimo para ele.

“93% das experiências on-line começam com um motor de busca”  (Search Engine Journal, este é um dado estatístico que você realmente não pode se dar ao luxo de ignorar.

FOCO NOS OBJETIVOS DO USUÁRIO

No passado da otimização de conteúdo em torno de pesquisa, houve muito foco em torno de palavras-chave. A regra era que você devia concentrar o seu conteúdo, o seu site, seus blogs em torno de palavras-chave específicas que as pessoas normalmente usavam para eventualmente encontrar sites na internet, assim você obtinha uma boa classificação nos resultados de pesquisa por palavras-chave.

 Houve também a estratégia chamada “cauda longa“. Consistia em ranquear tantas palavras-chave correlacionadas quanto possível, assim você recebia visitantes em seu site através da criação de conteúdo em torno dessas palavras-chave.

Mas dessa forma, as árvores lhe impediam de enxergar a floresta. Ao concentrar-se em torno de palavras-chave similares à palavra procurada, as pessoas estavam tentando burlar o sistema. O resultado final infeliz era uma experiência de usuário negativa para os utilizadores que procuravam palavras-chave específicas. Ao invés de encontrar o conteúdo que eles precisavam, eles tipicamente iam parar em um resultado de spam, que foi focada em palavras-chave em que a intenção do dono do site era empurrar seu conteúdo específico, produto ou website.

Este foi uma fase terrível para os primeiros navegantes da internet, você tinha que saltar através de uma série de resultados de pesquisa na esperança de encontrar o que você precisava.

Até que o Google finalmente percebeu que seus usuários estavam tendo uma experiência de usuário negativa. Mudanças algorítmicas e atualizações (na forma em que o algoritmo de rankeamento Google Panda trabalhava com os resultados) penalizava sites que eram ranqueados apenas por palavras-chaves e nenhum conteúdo.

O Google estava tentando dar ao usuário uma excelente experiência de navegação por meio de pesquisa, porém péssimos conteúdos em torno de ótimas palavras-chave atrapalhavam o que o Google estava tentando fazer.

FOCO NAS NECESSIDADES DO USUÁRIO

Em geral, o conteúdo bem ranqueado por palavras-chave, deve ser capaz de satisfazer a “necessidade de busca específica” deste específico usuário. O conteúdo bem classificado, deve ser capaz de combinar com a intenção do usuário por trás dessa busca.

“88% dos consumidores on-line são menos propensos a retornar a um site depois de uma má experiência” – The Gomez Report

Hoje, o Google é capaz de analisar grandes quantidades de dados provenientes de suas várias fontes, e com a vasta experiência que o Google acumulou durante os anos, eles podem facilmente dizer qual conteúdo satisfaz à necessidade do usuário, e que o conteúdo não está funcionando. Se um usuário está tendo uma experiência positiva ou negativa, pode ser determinado através de dados como cliques sobre o conteúdo, o tempo gasto na página, se em outro dia usou o Google para procurar pela mesma página, se visitou uma página diferente e qual foi seu tempo de permanência, se houve rolagem de tela na página e outros dados sensoriais.

Mesmo o Facebook usa este conceito para mostrar histórias no feed de notícias que são mais propensas a ter engajamento real com seus usuários

Essencialmente, se você quiser que o seu conteúdo seja classificado, de preferência na primeira posição – você deve abordar a necessidade crítica daquela consulta de pesquisa específica. Seu conteúdo deve ser um conteúdo que é capaz de satisfazer à intenção de busca do usuário.

DAR AO USUÁRIO “O MELHOR CONTEÚDO DA WEB”

Cientes de que o Google sabe bem diferenciar o conteúdo bom do conteúdo ruim, há uma coisa que você precisa fazer. Você precisa produzir o melhor conteúdo na Web. Este não é um exagero. Para satisfazer a uma intenção de pesquisa de um usuário específico, o seu conteúdo deve ser o melhor conteúdo na Web, não só em termos de qualidade, mas em termos de resposta às necessidades dos usuários. Deve ser muito melhor do que conteúdo semelhante em outros sites.

Se você analisar o porquê de você usar o seu motor de busca favorito em suas próprias experiências de busca, você provavelmente vai perceber que elas confirmam a nossa afirmação. Os dois ou três primeiros resultados exibidos em uma pesquisa sobre um tópico ou uma frase específica, tipicamente retornam os artigos mais completos sobre o assunto. O conteúdo que você navegou em questão foi o melhor conteúdo na Web!

 Um estudo recente da MOZ confirma isso:

Em média, 71,33% das buscas orgânicas resultam em um clique no primeiro resultado exibido. Os resultados dois e três obtém apenas 5,59% dos cliques. Na primeira página sozinha, os 5 primeiros resultados são responsáveis por 67,60% de todos os cliques e os resultados de 6 a 10 só representam 3,73%.”

Criar o melhor conteúdo na Web pode parecer difícil, no entanto as dicas a seguir irão guiá-lo sobre a forma de entender o que seus usuários querem; então você vai ser capaz de apresentar um conteúdo que aborda totalmente a intenção de pesquisa de um usuário.

Para colocar isto em ação, vamos olhar para os dados que temos à nossa disposição, e tentar entender a intenção do usuário do que vemos.

Monitorar o tráfego para uma página de busca

A primeira coisa que quero fazer é o login no Google Search Console (formalmente conhecido como o Google Webmaster Tools) e ver quais palavras-chave estão gerando tráfego para páginas específicas. 

  1. Ir parao tráfego do Search> Pesquisar Analytics para um site específico.
  2. Clique em Pages, e clique na página que você deseja analisar.

Criar o melhor conteúdo na Web

Neste ponto, o que você precisa fazer é melhorar o seu conteúdo para ser melhor do que o de seu concorrente. Não vá simplesmente inserir em seu site as palavras-chave que estão sendo pesquisadas, mas especialmente, certifique-se de satisfazer, tanto quanto possível a intenção de busca do usuário.

Alcançando o topo

  1. Escrever um longo artigo.

Estudos têm demonstrado que os artigos mais longos têm melhor classificação no Google. O seu artigo deve ser maior do que aqueles que possuem maior pontuação no ranking de busca.

O comprimento médio do conteúdo para uma página web classificada no top 10 dos resultados de qualquer palavra-chave no Google tem pelo menos 2.000 palavras. Quanto mais você sobe na página de listas de pesquisa, mais o seu website terá conteúdos indexados. (SerpIQ)

  1. Criar um título incrível para obter melhores cliques e tráfego, aumentando o CTR (Taxa de cliques)

Um grande título trás uma série de vantagens. Uma delas, é que obriga o usuário a ler o seu artigo. Dado que o ranking referente a palavra chave que você quer alcançar não tem um título incrível, ele deve ser bastante simples para criar um artigo que desperta a curiosidade do usuário – mas lembre-se sempre da intenção de busca do usuário e concentre-se no título em torno disto. Além disso, lembre-se que se o CTR de seu conteúdo é melhor do que o de seu concorrente, você vai ficar melhor classificado.

  1. Continuar a acompanhar o seu conteúdo e mantê-lo atualizado

O Google adora conteúdo atualizado. Isso significa que o autor do artigo se importa tanto com o conteúdo, que ele está certificando-se de manter modernizado. Este também é um fator de classificação, por isso certifique-se de manter o conteúdo atualizado com novos acontecimentos à medida que ocorrem. Ou manter a iteração sobre ele tornando-o melhor.

Site reconhece música pelo assobio!!

Site reconhece música pelo assobio!!

Pior que ter uma música que não sai da cabeça é sofrer por não saber o nome dela.
O site www.midomi.com criou um sistema que consegue reconhecer músicas pelo assobio ou pelo som vocal. O sistema é ativado por voz e indentifica a música que você está cantando ou assobiando, pelo microfone do pc. E através do reconhecimento do tom de voz ou melodia ele faz a comparação e busca a letra da música pelo banco de dados.

Fiz o teste cantarolando horrivelmente o trecho de uma música que eu não tinha a menor noção da letra e o resultado foi exatamente a música que eu procurava: Take Me To Church – Hozier

Domínio Gratuito existe, mas, devo usá-lo?

Domínio Gratuito existe, mas, devo usá-lo?

Muitos tipos de domínio estão espalhados pela web, inclusive os gratuitos, mas, afinal, eu posso realmente usar?

Toda pessoa que produz conteúdo na internet tem, pelo menos, 1 desejo unânime: Que seu conteúdo seja visto. Para isso existem diversos caminhos a trilhar, como é o caso das normas de otimização para as ferramentas de busca, também denominado SEO. Um dos pontos chave para isso é o domínio, ou, para os menos familiarizados, o “nome” do site.

Porém, um problema sempre é encontrado para os iniciantes nessa área: dinheiro. Acho que você já deve ter escutado de um amigo ou conhecido seu aquela famosa frase: “Quero começar a produzir um conteúdo para internet, mas sei lá, não to muito afim de gastar uma grana.”. Isso acontece, e eu diria que é até com uma certa frequência.

E aqui vai a pergunta: Como eu consigo produzir conteúdo, mas sem gastar praticamente nada?

Para a resposta nós temos um leque de opções: Aplicações (sites) que fazem sites online e geram para o “cliente” um nome/domínio no final, com um prefixo gratuito. Também existem as hospedagens gratuitas que repetem o mesmo processo, dão aos usuários um domínio com um determinado prefixo. E também há os sites que oferecem o domínio gratuito.

PRECISO DE UM OUTRO DOMÍNIO PARA MEU SITE, DEVO USAR UM GRATUITO?

A resposta é simples: Não.

Vamos entender o porque disso: Leitores, clientes e usuários precisam ter confiança para acessar seu site. Passar a impressão de confiança é tudo, e é claro, você não consegue isso usando um domínio:www.meusitesuperlegal.tk . Isso não existe. Domínios são praticamente moedas de 2 caras, ou eles atraem, ou eles espantam.

Você está começando com seu blog e o domínio dele apresenta blogspot.com.br, saiba que isso é uma vantagem. Lembre, você está começando do zero, e, ainda mais, não está gastando nada. Não mate logo de inicio seu blog utilizando outro domínio gratuito, dê privilégio à aquele prefixo wordpress.com ou até mesmo blogspot.com.br. Saiba que, por serem bons prefixo gratuitos (inevitável) são de empresas privilegiadas, e que, por um bom SEO, talvez seu blog ou site apareça logo e início nos motores de busca. Quantas vezes você já procurou algo “estranho”, dificilmente encontrado no google e logo na primeira página aparece um blog com o prefixo blogspot.com.br trazendo todo o conteúdo que você precisava?

DOMÍNIO COM LOCALIDADE E IDIOMA É IMPORTANTE.

Se seu conteúdo apresenta característica nacional, com toda certeza opte por um domínio .com.br. Quando se faz uma busca com preferência em localidades e idiomas o .com.br faz a festa. Não estou, de maneira alguma , dizendo que .com ou .net não conseguirão correr ao lado, mas, sejamos realistas, domínios brasileiros devem ser identificados como tal.

E, esse é o ponto crucial que os domínios gratuitos com certeza não oferecem. Como por exemplo, o domínio .tk é destinado ao sites usados na Polinésia. Diferença notável.

CONFIANÇA É TUDO

Coloque a seguinte situação: um usuário que navega na internet procurou por certo conteúdo e no resultado apareceram 2 sites com as mesmas “palavras chave” da pesquisa realizada: Um com um domínio .com.br e outro com um domínio gratuito e “estranho”. Não se sabe, talvez os 2 sites apresentem conteúdos ricos e importantes, mas, por uma questão de segurança, esse usuário vai optar pelo domínio .com.br.

Entenda que um domínio gratuito pode ser usado por qualquer um, em qualquer lugar para qualquer site. Ao contrário disso, domínios pagos, como eu citei no exemplo (.com.br) são, geralmente comprados pra quem realmente tem o interesse de passar confiança e importância ao conteúdo que produz.

Mas, lembre-se, pessoas má intencionadas podem tanto usar domínios gratuitos quanto domínios pagos, mas, por questão de “acessibilidade financeira” optam pelo gratuito. Essas pessoas geralmente são os famosos “lamers” que ficam procurando como produzir um conteúdo que “machuque” a maquiná ou até mesmo o próprio usuário que acessar aquele site, e quando conseguem produzir tal conteúdo querem o mais rápido possível espalhar pela web, e então, o domínio gratuito que pode ser adquiro facilmente acaba sendo a “bola da vez”.

DOMÍNIO GRATUITO NÃO É ENCURTADOR DE URL.

Não tenha a impressão errada. Entenda que isso: Seusite.rel7.com é diferente disso: http://goo.gl/KNkntr.

Encurtadores de URL surgiram na internet com o propósito de realmente fazer honra ao seu nome: encurtar urls. Eles fazem basicamente aquele URL imensa ficar pequena, e que assim, você possa colocar em diversos locais. Muitas vezes por causa de geradores, URLs ficam com 100 caracteres, usando um encurtador ela cairia para 10 caracteres.

CONCLUINDO

Se você quer produzir conteúdo pra internet, honre o que você produz. Eu entendo que ninguém gosta de “testar” algo novo já gastando dinheiro. Mas entenda, investir pelo menos num domínio não sai nada caro, e se você crê que seu conteúdo vale ouro pode ter certeza que esse investimento vai virar lucro.

Usar um domínio pago gera ao cliente confiança. É disso que você precisa para ele acessar o que você produz e assim fazer com que você se torne conhecido.

Evite, evite ao máximo o uso de domínios gratuitos, caso você consiga, nunca os use. Construa um bom domínio baseado no seu conteúdo e para qual localidade e publico alvo ele está destinado.

E lembre-se, SEO é um grande conjunto de normas, e, um bom domínio é uma delas. Trabalhe bem em cima dele que você com certeza verá o retorno e a gratificação por estar produzindo um bom conteúdo na internet.

É isso, abraços.

VICTOR “REIDARK” MATIAS

Estudando desenvolvimento web desde que tem acesso à internet.

 

Razão, emoção e resultados

Razão, emoção e resultados

Olá, tudo bem?

Toda minha geração – e as anteriores – foi modelada de acordo com a crença de que a utilização da emoção no ambiente corporativo não só é desaconselhável, como deve ser evitada ao extremo, já que esse é um contexto racional e demonstrar seus sentimentos é sinal de fraqueza.

Colateral a esta crença, ficou estabelecida a visão de que o objetivo do trabalho é meramente sua recompensa financeira, o aspecto material, e deve-se evitar qualquer laço ou conexão emocional com esse ambiente. Lembra daquela frase: “quando determinada pessoa entra no escritório ela deixa o coração do lado fora”? Pois esse é mais um daqueles conceitos que deve ser revisto. Não é possível que uma pessoa realize todo seu potencial descartando seu envolvimento emocional, sua paixão, seu sentimento. Aliás, isso é uma falácia desde o começo dos tempos.

Ficou muito viva para mim essa visão quando assisti a esse trailer do Estudo de Caso com Elói D’Avila, fundador da Flytour. Trata-se de um empreendedor muito bem sucedido que foi garoto de rua e fundou uma empresa que atualmente fatura cerca de R$ 5 bilhões por ano e é uma das empresas líderes no segmento de turismo do Brasil. Ele é pura paixão e se emocionou em diversos momentos desse Estudo de Caso como nos momentos retratados nesse vídeo.

O Elói é prova viva da minha tese: para realizarmos nosso potencial temos de estar inteiros, íntegros, de corpo e alma. Independentemente do ambiente, do negócio, do contexto.

Uma reflexão que sugiro: você está inteiro? Se sente realizado no ambiente que escolheu para investir seu bem mais precioso que é sua vida? Se você é empreendedor, está construindo um ambiente onde as pessoas têm condições de se realizar pessoalmente? Acredite, não se trata de paternalismo, pois essa felicidade se traduzirá em maior produtividade e resultados práticos para seu negócio.

O caso do Elói é mais um dentre tantos que mostra que é possível aliar amor e paixão a resultados financeiros excepcionais. Eu acredito e exercito essa visão em minha vida. E você?

Sandro Magaldi.

A importância de estar presente no mundo digital

A importância de estar presente no mundo digital

Cada vez mais a internet faz parte da vida das pessoas, e da sua forma de consumir, o que implica em conhecer muito mais sobre esse universo

Sandra Turchi*
 Divulgação

No dia a dia do pequeno empresário, com suas diversas atribuições e demandas, é quase impossível pensar em acompanhar mais uma tendência, como as inovações digitais. Entretanto, lamento informar que isso não é só um modismo passageiro, pois o futuro da sua empresa pode estar em jogo.Caso o seu negócio seja voltado para o público de baixa renda, por exemplo, há por volta de 60 milhões de jovens nas classes C, D e E, que em breve se casarão, constituirão famílias e ditarão os rumos do consumo no país. Esses jovens estão conectados na web, seja via computadores, ou via celulares, frequentam comunidades virtuais, como o Twitter, o Orkut, o Facebook, entre outras.

O que isso quer dizer? Cada vez mais a internet faz parte da vida das pessoas, e da sua forma de consumir, o que implica em conhecer muito mais sobre esse universo. É fundamental saber como se comunicar com esse enorme público, pois hoje mais de 65 milhões de brasileiros estão on-line, seja em suas casas ou no trabalho, se informando, se comunicando, trocando dados ou comprando. Quase metade dos internautas brasileiros navega em cybers cafés ou lan houses e passam, em média, 27 horas por mês na rede.

A perspectiva de faturamento via e-commerce em 2009 é de mais de R$ 10,8 bilhões e temos hoje algo como 15 milhões de e-consumidores. Muitas pequenas e médias empresas estão se ajustando para divulgar suas campanhas on-line e para estabelecer seu próprio negócio virtual, se é que podemos chamar de virtual um faturamento como esse! Há muitos casos de companhias nacionais que criaram blogs para dialogar de perto com seus clientes, além de empresas, como as montadoras de veículos e as construtoras de imóveis, que têm investido muito nesse canal de venda, pois detectaram que quase todas as transações realizadas passaram antes por uma pesquisa na web para coleta de mais informações, para ver indicações, enfim, a pré-venda está sendo feita por caminhos digitais.

Outro aspecto bastante importante está relacionado ao uso das ferramentas de busca. Para utilizá-las corretamente, é importante conhecer o assunto para construir sites que apresentem conteúdos relevantes ao seu público-alvo se sua empresa deseja ser encontrada no mundo virtual. Afinal, como digo, quem não é hoje encontrado pelos buscadores, simplesmente, não existe!

Você ouvirá muito também sobre outras estratégias de marketing digital, como marketing viral, mobile marketing, ações nas redes sociais, advergaming, enfim, uma gama de alternativas a serem empregadas para que sua empresa tenha sucesso na web. Porém, o mais importante é procurar conhecimento sobre o assunto, buscar ajuda e montar uma estratégia de atuação consistente, para poder colher bons resultados.

Para concluirmos, é importante ressaltar uma grande vantagem trazida pelo marketing digital: a possibilidade de mensurar todas as ações realizadas, pois isso permite acompanhar os passos do cliente, reavaliar sua estratégia e aprimorá-la constantemente, buscando otimizar seus investimentos.

Agora, mãos à obra!

*Superintendente de marketing da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e coordenadora e professora do curso estratégias de marketing digital da ESPM.

Email: [email protected]

Blog: www.sandraturchi.com.br

Novo Job realizado – Baterista Josivaldo Santos

Novo Job realizado – Baterista Josivaldo Santos

  • Módulo de assinantes e notícias por email
  • Layout responsivo (adapta-se a resolução da tela);
  • Reprodução de slides em background;
  • Animações durante as transições de página;
  • Músicas de fundo;
  • Galeria de imagens estilizada;
  • Galeria de vídeos estilizada
  • Identidade Visual (Tom de verde de acordo com o novo modelo de camisa)

www.josivaldosantos.com.br

Obtenha você também um site:

Fale Conosco

Seu nome

Nome da empresa, negócio ou profissão que deseja divulgar

Telefone de contato

Seu e-mail

Deseja fazer alguma observação?

Contato em Brasília – 61 84589169

Novo Job realizado – Pole Dance Brasilia

Novo Job realizado – Pole Dance Brasilia

  • Layout responsivo (adapta-se a resolução da tela);
  • Reprodução de slides em background;
  • Animações durante as transições de página;
  • Músicas de fundo;
  • Galeria de imagens estilizada;

www.poledancebrasilia.com.br

Obtenha você também um site:

Fale Conosco

Seu nome

Nome da empresa, negócio ou profissão que deseja divulgar

Telefone de contato

Seu e-mail

Deseja fazer alguma observação?

Contato em Brasília – 61 84589169

Boletos Falsos no Brasil – Fake Charging in Brazil

Boletos Falsos no Brasil – Fake Charging in Brazil

Não é de recente o envio de boletos falsos de cobrança para todo o brasil, sabemos também que essa empresa está fazendo uma fortuna com esses boletos, mas como a justiça do Brasil é lenta…

Passei um tempo procurando informações sobre a empresa Registro.Brasil, guardei alguns log de consultas e recentemente eles alteraram os servidores DNS, foi ai que abriram uma brecha.

foto1

Vamos do começo, no boleto eles colocam como e-mail de contato [email protected], com base nesse nome começei as pesquisas.

foto2

foto3

 

No WHOIS as informações são todas falsas:

Domain name: registrobrasilonline.com

Registrant Contact:
Julian Mecath Inc ()
Fax:
Box 17, Zone 14 – Boston
Michiran, Detro 238548
US

Administrative Contact:
Julian Mecath Inc ()
+1.5432424157
Fax:
Box 17, Zone 14 – Boston
Michiran, Detro 238548
US

Technical Contact:
Julian Mecath Inc ()
+1.5432424157
Fax:
Box 17, Zone 14 – Boston
Michiran, Detro 238548
US

Name Servers:
ns1.zonomi.com
ns2.zonomi.com

Deixei o WHOIS de lado e fui investigar os servidores DNS, usando essa ferramente http://www.kloth.net/services/dig.php olha o que eu achei:

;; ANSWER SECTION:
registrobrasilonline.com. 3600 IN MX 4 ASPMX3.GOOGLEMAIL.com.
registrobrasilonline.com. 3600 IN NS ns2.zonomi.com.
registrobrasilonline.com. 3600 IN MX 3 ASPMX2.GOOGLEMAIL.com.
registrobrasilonline.com. 3600 IN MX 0 ASPMX.L.GOOGLE.com.
registrobrasilonline.com. 3600 IN MX 2 ALT2.ASPMX.L.GOOGLE.com.
registrobrasilonline.com. 3600 IN MX 1 ALT1.ASPMX.L.GOOGLE.com.
registrobrasilonline.com. 86400 IN SOA ns1.zonomi.com. soacontact.zonomi.com. 29 10800 3600 604800 3600
registrobrasilonline.com. 3600 IN NS ns1.zonomi.com.

Então como todos sabemos o Google Apps estava disponibilizando contas gratuitas para usar o GMAIL e eles usaram, como utilizo, tentei fazer um acesso usando o domínio deles, nesta página:

http://www.google.com/intl/pt-BR/enterprise/apps/business/

Olha só o que eu achei:

foto4

nesta página parece o logo e nome de outra empresa:

Inova Tecnologia Web

Com o logo da:

GRIPOM

Então tentei fazer a mesma coisa com o domínio gripom.com.br, olha só, são dá mesma empresa:

foto5

whois1  whois2

domain: gripom.com.br
owner: HOSPEDAGEM DE SITE TECNOLOGIA LTDA
ownerid: 10.484.146/0001-03
nic-hdl-br: CSF78
person: Charles Santos França
e-mail: [email protected]

domain: inovatecnologiaweb.com.br
owner: Marcella Pereira Santos
ownerid: 999.152.355-34
nic-hdl-br: PCDSA17
person: Paulo César dos Santos
e-mail: [email protected]

Até ai tudo bem, eles podem ter contratado essa empresa para fazer a administração e a empresa nem saber o que está acontecendo, mas não parei por ai, fiz muitas pesquisas com os nomes dos envolvidos e não achei NADA, nos dados do domínio gripom.com.br olha só o que eu achei, esse domínio era da LINTEL:

lintel

domain: gripom.com.br
owner: Lintel – Internet & Telecomunicações Ltda
ownerid: 09.037.964/0001-89
responsible: Marcos Antonio dos Santos

nic-hdl-br: CSF78
person: Charles Santos França
e-mail: [email protected]

Começei então de novo a pesquisar pelo nome dos pessoas e com o nome Marcos Antônio dos Santos, achei a seguinte noticia no site no ministerio publico:

http://noticias.pgr.mpf.gov.br/noti…al/mpf-se-denuncia-empresario-por-estelionato

noticiae

Fui mais afundo nas pesquisas e descobri que Paulo César dos Santos e Marcos Antônio dos Santos são irmão, olha só essa noticia:

http://www.grandearacaju.com.br/conteudo.ler.rss.php?id=144

noticialasergraf

Descobri também que são donos de uma grafica lasergrafonline.com.br, isso explica onde os boletos são impressos:

fachada

 

lasergraf

Além da noticia do ministério publico também achei essa noticia vinculando o envio dos boletos a LINTEL:

noticia2e

 

Pesquisando pelo codigo dos correios no beloto 9912282883-DR/CE é possível ver que eles são enviados do CEARA, encontrei mais uma noticia relacionada:

http://blog.digitalrp.com.br/golpe-boleto-bancario-brasil-tecnologia-da-informacao-ltda/

Dados da empresa que está recebendo os valores:

Brasil tecnologia da informacao ltda
04.077.782/0001-18
Rua Itabiana nº 83 – sala 05 – Centro 49.010-170 – Aracaju / SE

Conta Bancária:
agencia 2405 conta 1522-0

Então para fechar seguem os dados pessoais encontrados na Intenet:

Twitter
@Dom_Paulo

paulocesar

 

Paulo Cesar dos Santos
https://www.facebook.com/professorpaulocesar

Marcos Antonio Dos Santos
https://www.facebook.com/marcos.a.santos.142

Manuel Junior dos Santos
https://www.facebook.com/manuel.junior.756

Depois ficou fácil achar informações na Internet:

São Paulo-SP: (11) 4063-0367
Rio de Janeiro-RJ: (21) 4063-8458
Belo Horizonte-MG: (31) 4063-9296
Salvador-BA: (71) 4062-9251
Fortaleza-CE: (85) 4062-8089

Nome completo: Paulo Cesar Dos Santos
CPF: 441.287.205-00
Data de nascimento: 28/04/1971
Idade ao final de 2006: 35
Município de nascimento: Estância /SE
Nacionalidade: Brasileira
Município de residência: Estância
Sexo: Masculino
Estado Civil: Casado(A)
Grau de Instrução: Ensino Médio Completo
Ocupação principal declarada: Servidor Público Municipal

Cargo disputado: Deputado Federal
UF onde concorre: SE
Nome na urna: Paulo Cesar
Número eleitoral: 2766
Nome do partido: Partido Social Democrata Cristão
Sigla/ número do partido: PSDC /27

http://sociedadedainformacao.ning.com/profile/PauloCesardosSantos

LaserGraf
Rua Laranjeiras, 665, 49010-000 – Aracaju – SE

Pedido de registro da marca NIC no INPI:
Nº do Processo: 828504083
CGC/CPF/Nº do INPI: 06004315000193
Marca: NIC

inpi

 

Fornecedora dos Correios:
http://www.correios.com.br/instituc…fm?Pag_ini=23984&contador=23983&&