Envio de cobrança e pagamentos pelo Whatsapp (primeiras impressões)

Alguns usuários notaram algo de diferente hoje ao abrir o whatsapp, junto aos atalhos padrões apareceu uma opção pagamento.

O Brasil é o primeiro país a receber esse recurso que está sendo implementado aos poucos, a nova função estará disponível gradualmente para sistemas Android e iOS.

COMO FUNCIONA

O WhatsApp e o Facebook não cobram taxas quando você envia ou recebe dinheiro de amigos e familiares usando um cartão de débito, ou quando envia pagamentos.

Há um limite diário e mensal para a quantia de dinheiro que você pode enviar e receber de seus amigos e familiares no WhatsApp.

Você pode enviar até mil reais por transação e receber até vinte transações por dia, ou R$ 5 mil por mês. Ao atingir o limite, você não pode enviar nem receber pagamentos. Após algum tempo, você pode tentar efetuar a transação novamente.

Se você tem uma empresa e deseja receber pagamentos ilimitados de clientes, baixe o app WhatsApp Business (disponível para Android e iPhone), e configure uma conta de comerciante da Cielo.

PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Aqui na agência nós não conseguimos ativar o recurso de primeira, logo na primeira tentativa a função pede para que ative o Facebook Pay. Ao clicar em ativar o Facebook pay ele pede um número de cartão de crédito ou débito para validar o envio e recebimento de dinheiro.

Primeiro tentamos ativar com um cartão pré-pago do Pagseguro, o sistema retornou um erro de que o sistema não aceita o banco informado. Tentamos também com um cartão Santander e recebemos a mesma mensagem de erro.

Por fim usamos um cartão do Nubank e finalmente o sistema aceitou o cartão informado e enviou uma mensagem no app do Nubank para autorizar a nova função, confirmando assim a informação de que a princípio a ferramenta aceita somente cartões de débito ou crédito do Banco do Brasil, Nubank e da Sicredi das bandeiras Visa e Mastercard. Mas a empresa deixou claro que o modelo do recurso é aberto e que novos parceiros podem surgir no futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *